Guia de Roma segundo o filme A Grande Beleza

Siga os passos de Jep Gambardella por uma Roma mais alternativa

Além de valer um Oscar de melhor  Filme estrangeiro, A Grande Beleza, de Paolo Sorrentino, é um ótimo guia por uma Roma alternativa. Sim, é verdade que a trajetória de Jep Gambardella mostra as manjadas Piazza Navona e termas de Caracalla. mas tem mais. Confira o que o filme mostra de relance, mas que você deve ver com vagar:

Morro do Gianicolo: no começo do filme, um turista japonês, munido de máquina fotográfica, cai durinho. Talvez por causa do que se vê do alto do morro, que fica atrás do bairro boêmio de Trastevere. Um visitante mais bem preparado consegue não passar mal diante da paisagem, embora ela seja linda de morrer mesmo: o Trastevere, o rio Tibre, a Piazza Venezia, a cúpula da Basílica de são Pedro… No lugar tem uma estátua enorme de Giuseppe Garibaldi, que participou de diversas batalhas dentro e fora da Itália (incluindo o Brasil), e, um pouco abaixo, uma linda fonte de águas verdinhas. É uma subidinha para chegar lá, mas dá pra ir caminhando.

À margem do rio Tibre: Fiume Tevere, como é chamado pelos italianos o rio que corta a cidade, passa serpenteando o centro histórico, rodeia o ghetto judeu, contorna o Trastevere, chega ao Testaccio, é vizinho do Castelo de santo Ângelo e da Basílica de são Pedro. O mais comum entre os turistas é atravessá-lo por uma de suas pontes, verdadeiras obras de arte. Jep faz diferente: caminha junto ao leito do rio acompanhando um barco de passeio, revelando um visual de babar. Para fazer como ele, desça uma das escadas (normalmente localizadas junto às pontes) que ligam a avenida Lungotevere e o rio.

Parque da Via Appia Antica: lembra que Jep assiste a uma apresentação de teatro em frente a construções de pedra e arcos? ele está no Parco regionale dell’apia antica, uma área verde enorme que conserva os aquedutos construídos no século 4 para transportar a água das redondezas de roma e abastecer a cidade. a paisagem é incrível, e vale passar uma tarde por lá. Para chegar, desça na estação subaugusta do metrô e caminhe um pouco até o trecho do parque conhecido como Parco degli Acquedotti (parcoappiaantica.it).

Palazzo Spada: parte da galeria Borghese, destaca-se pela famosa perspectiva criada pelo artista Borromini, que dá a impressão de que existe um longo corredor com arcos ali. engano: o caminho é cinco vezes menor. No filme, esse truque óptico é explicado pela “dançarina” (e bota aspas nisso). Dentro do museu, pinturas do século 17. Para visitar, é preciso agendar (bit.ly/PriBh8).

Giardino degli Aranci: ou Jardim das Laranjeiras. Fora do agito, lindo, surpreendente pela vista. Jep também esteve lá, tomou água na fonte, viu uma feira colhendo uma laranja, viu meni nos brincando e ainda curtiu a vista da Basílica de são Pedro. Para você chegar, suba as ruas do monte aventino até encontrar o portão de entrada na via di santa sabina, a dez minutos a pé da estação Circo massimo do metrô.

Estátua do Marforio: Jep leva uma amiga para visitar um museu à noite, onde veem uma gigante escultura de mármore numa fonte. Construída entre o séculos 2 e 3 d.C., marforio é uma fgura humana que representa o oceano e está acompanhada de golfinhos e conchas. Vê-la de perto é fácil: ela faz parte dos museus Capitolinos. Desça na estação Coliseu do metrô, ande até o monumento a Vittorio Emanuele e suba as escadas laterais. você vai chegar à Piazza del Campidoglio, 1, onde fca a entrada dos museus (museicapitolini.org).

Pallazzo Pamphilj: o encantador personagem do filme passa uma noite de amor em um quarto enorme do prédio do século 17, símbolo do barroco, na Piazza Navona. a construção pertencia à aristocrática família Pamphilj e desde a década de 1920 é ocupada pela embaixada brasileira. Para fazer uma visita guiada pelas instalações, é necessário reservar com antecedência e escolher pelo tour em português ou italiano. É de graça (bit.ly/1dtXs0).

Igreja San Pietro in Montorio: segundo a história, nesse local São Pedro – o primeiro papa – foi crucificado pelos romanos. No filme, é um dos pontos pelos quais Jep passou, caminhando todo pensativo. O horário de abertura para visita é restrito; verifique no site sanpietroinmontorio.it.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s